Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE) - Nova diretoria

No Congresso Brasileiro de Medicina do Exercício e do Esporte 2017, realizado no Rio de Janeiro-RJ, de 14 a 16 de setembro/17, juntamente com o Congresso Pan-Americano de Medicina do Esporte 2017, tivemos a participação, como palestrantes do evento, do diretor geral do CEFIT, Dr. Fernando Torres, além dos doutores Ricardo Nahas, Páblius Silva e Marcelo Leitão, docentes dos nossos cursos de pós-graduação em Medicina Esportiva e de especialização em Ciências da Saúde no Exercício e no Esporte.

Neste Congresso, foi eleita e empossada a nova Diretoria da Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte (SBMEE), para o biênio 2017-2019. Tomou posse como Presidente da Sociedade, o dr. Marcelo Leitão, e na Diretoria de Comunicação, o dr. Fernando Torres.

Parabéns aos nossos docentes/coordenadores de curso, aos quais desejamos muito sucesso nesta gestão que se inicia!

Imprensa


Afinal, o que é mais importante para perder peso: dieta ou exercício?

Gabriela Ingrid

Do UOL

18/10/2017

Reduzir calorias, levantar muito peso, apostar no aeróbico, cortar carboidratos. Existem muitas fórmulas para emagrecer que circulam pela internet, mas o que é realmente eficiente para perder peso: a dieta ou o exercício? Será que é possível emagrecer fazendo apenas um dos dois?

“Comparando os dois, é mais fácil perder peso por meio da alimentação”, diz Fernando Torres, especialista em medicina do exercício e diretor da SBMEE (Sociedade Brasileira de Medicina do Exercício e do Esporte). “Restringir calorias é muito mais fácil do que queimá-las.”

Segundo Torres, cortar 500 calorias por dia não fará a pessoa passar fome e fará com que ela teoricamente “emagreça” essa quantidade diariamente. “Para ter o mesmo efeito com o exercício, seria preciso fazer um treino intenso todos os dias. A dificuldade é bem maior”, afirma ele.

“Existe perder peso e existe emagrecer”

Contudo, se o seu intuito não for diminuir números na balança e sim ter um corpo mais saudável, a estratégia é outra. “Uma coisa é ir na balança e perder peso e outra é emagrecer. O trabalho [de atividade física e alimentação] correto faz com que melhore a composição corporal [massa magra e gordura]”, diz Gilberto Coelho, educador físico e especialista em fisiologia do exercício pela Unifesp.

“O excesso de gordura só é perdido por meio de atividade física, principalmente a aeróbica [correr, nadar, pedalar, dançar], que acelera o metabolismo e reduz a gordura”, afirma Coelho. “Mas se você não muda a dieta, apesar de usar a gordura como fonte de energia, acaba compensando na alimentação e não emagrece nunca.”

Fernando Torres concorda: “Para emagrecer, é preciso gastar mais energia do que se consome. E é claro que isso pode ser atingido restringindo calorias da dieta ou as queimando por meio de exercício. Mas certamente a melhor estratégia é a combinação, pela dificuldade de fazer isso isoladamente.”

Segundo Torres, se o indivíduo unir a restrição alimentar ao exercício, a tarefa se torna mais fácil e, de quebra, ainda queima/gasta mais calorias. “Exercícios que queimam 250 calorias são mais fáceis e podem ser realizados mais vezes durante a semana --de cinco a sete vezes, por exemplo. Una isso a 300 calorias restritas na dieta e você perde 500 calorias por dia. A combinação faz com que você não radicalize para nenhum dos lados.”

Matéria site UOL – Vida Saudável: https://estilo.uol.com.br/vida-saudavel/noticias/redacao/2017/10/18/o-que-e-mais-importante-para-a-perda-de-peso-dieta-ou-exercicio.htm

CEFIT E UNIP

UMA PARCERIA DE SUCESSO

O Centro de Estudos de Fisiologia do Exercício e Treinamento - CEFIT, desde 2015, passou a desenvolver seus cursos na Universidade Paulista - UNIP, nas amplas instalações do edifício da unidade Paraíso, com 25 andares, salas de aula modernamente equipadas, academia para aulas práticas, piscina etc.

 

Leia mais:CEFIT E UNIP

Sub-categorias